+55 11 2548-0463 / + 55 11 2548-0414  |   cbdv@cbdv.org.br                                                       Acessibilidade:   Alto Contraste    Aumentar Fonte   Diminuir Fonte  

Agafuc e Cedemac farão a final da Série A pelo terceiro ano seguido

SporTV 3 vai mostrar o jogo ao vivo, às 9h20; gaúchos tentam o quarto título, maranhenses nunca ganharam
#Acessibilidade: montagem com foto de comemoração dos jogadores da Agafuc à esquerda e o logo do time no canto superior direito, com comemoração dos atletas do Cedemac à direita e o logo da equipe no canto superior esquerdo.
02/11/2019

Por Comunicação CBDV
02/11/2019
São Paulo/SP

Rio Grande do Sul e Maranhão novamente frente a frente pela taça de melhor equipe de futebol de 5 do país. Neste domingo, os gaúchos da Agafuc encaram os maranhenses do Cedemac na final da Copa Loterias Caixa Série A 2019, às 9h20 (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV 3.

Nas duas últimas edições, o time do Sul levou a melhor: em 2018, fez 5 a 0 na decisão; no ano anterior, a vitória foi por 2 a 0. Para chegarem a mais um embate decisivo valendo troféu, os dois conjuntos venceram adversários complicados nas semifinais deste sábado, realizadas no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

No primeiro jogo da manhã, a Agafuc encontrou um adversário que apostou na defesa para surpreender. A AMC, do Mato Grosso, utilizou o exemplo da Ismac-MS que resistiu até os minutos finais nas quartas de final, quando sofreu um gol de Ricardinho na derrota por 1 a 0. Desta vez, porém, não foi o melhor do mundo quem decidiu, mas um outro grande jogador que vinha fazendo campanha relativamente discreta até então: Nonato.

"Consegui fazer dois gols. Foi um jogo muito difícil, pegado, eles estavam bastante dedicados na marcação. Agora vamos brigar com unhas e dentes em mais uma final", disse o ala/pivô, artilheiro da edição passada, com oito gols – na atual, ele soma três, ou seja, só tinha balançado as redes uma vez até esta vitória por 2 a 0 sobre a AMC.

No duelo seguinte, o Cedemac saiu atrás no marcador – Jefinho abrira o placar para o ICB-BA – e ainda perdeu o craque Jardiel em boa parte do confronto, por conta de uma entorse no pé direito. Foi a vez, então, dos experientes Bill e Marcos aparecerem a garantirem a virada emocionante para os maranhenses, que jamais venceram a Série A – já a Agafuc possui três títulos.

"Para mim, é muito especial estar aqui com o time do Cedemac. Ninguém acreditava mais no Bill. Hoje consegui desempenhar meu futebol. Chegamos à final com mérito", vibrou o ex-atleta da seleção brasileira.

+ CLIQUE E CONFIRA TABELA DE JOGOS, CLASSIFICAÇÃO E LISTA DE ARTILHEIROS

Como acompanhar a final?

Além da transmissão do SporTV 3, a Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) vai mostrar tanto a decisão quanto a disputa pelo bronze, entre ICB e AMC, às 7h30, ao vivo em sua página no Facebook (LINK AQUI).

Na sexta e no sábado, as exibições das quartas de final e semifinais alcançaram mais de 20 mil pessoas na página. A narração das partidas conta com a parceria da Equipe Camisa 10 do rádio. Em nossas redes sociais (sempre no endereço @cbdvoficial), é possível acompanhar também flashes das partidas e entrevistas com os principais destaques do dia.

Sobre a Copa Loterias Caixas

A principal competição de clubes do Brasil chega à sua nona edição desde que a Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) começou a administrá-la, em 2011. A então Copa Brasil foi disputada pela primeira vez em 1984, na capital paulista. Contudo, o IPC – Comitê Paralímpico Internacional – reconhece como primeiro campeonato entre clubes o acontecido na Espanha, em 1986.

A Copa Brasil passou a se chamar Copa Loterias Caixa em 2014, quando teve início a parceria com a atual patrocinadora. O ICB (Instituto de Cegos da Bahia) é o maior campeão de todos os tempos, com sete troféus, seguido pelos mineiros da Adevibel, com cinco, e os paraibanos da Apace, que colecionam quatro títulos.

Fora de quadra, a edição deste ano conta ainda com uma novidade: pela primeira vez, a competição terá dinheiro privado investido, graças à parceria que a CBDV fechou com a rede de supermercados atacado-varejista Atacadão via Lei de Incentivo ao Esporte.

Comunicação CBDV

Renan Cacioli

renancacioli@cbdv.org.br

+ 55 11 98769 1371
+ 55 11 99519 5686 (WhatsApp)