+55 11 2548-0463 / + 55 11 2548-0414  |   cbdv@cbdv.org.br                                                       Acessibilidade:   Alto Contraste    Aumentar Fonte   Diminuir Fonte  

Grand Prix de Judô reunirá mais de 150 atletas neste sábado em SP

Quase todos os medalhistas do Parapan de Lima vão competir no CT Paralímpico, a partir das 9 horas
#Acessibilidade: Giulia Pereira aplica golpe sobre a argentina Dure Ledesma, no Parapan de Lima. Ela está com a perna direita encaixada na oponente, que começa a cair para trás.
29/11/2019

Por Comunicação CBDV
29/11/2019
São Paulo/SP

O Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, será palco neste sábado (30) do Grand Prix de Judô, competição que encerra oficialmente o calendário de disputas da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) em 2019. A partir das 9 horas (de Brasília), 164 atletas de quase 50 instituições diferentes lutarão pelas premiações individuais e por equipes.

Entram nessa conta judocas iniciantes, que competirão pela Copa Antônio Tenório – nome da maior lenda da modalidade no país – e alguns dos principais atletas do Brasil, entre eles, Rebeca Silva, que lidera sua categoria (acima de 70 kg) no ranking mundial.

"Por ser um Brasileiro, é onde os técnicos vão avaliar os atletas, ver como cada um está, pensando nas convocações para a seleção. Além de ser uma oportunidade de duelarmos contra os melhores do país", afirma a jovem de 18 anos, nascida em São Bernardo do Campo (SP).

Dos 13 judocas que representaram o país nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto, apenas três não estarão presentes no evento: Meg Emmerich, com lesão no punho, Alana Maldonado, que acaba de passar por uma artroscopia no joelho, e Anderson Wassian.

Em compensação, jovens promessas que brilharam no Parapan estão ansiosas por encerrar a temporada em grande estilo, já pensando obviamente nos desafios da próxima temporada – o Parapan da modalidade, em Montreal, no Canadá, em janeiro, além da Paralimpíada de Tóquio. É o caso de Giulia Pereira, medalha de ouro em Lima na categoria até 52 kg.

"Toda competição é importante para analisar nosso desempenho, nossa evolução. Estar presente em mais um Brasileiro é uma honra muito grande. Ter tido um ano de tantas conquistas importantes é gratificante. Além disso, é mais um torneio de preparação para Tóquio", diz a atleta nascida no Guarujá, no litoral paulista.

Serão premiados com medalhas os atletas classificados em primeiro, segundo e os dois terceiros colocados em cada categoria do Grand Prix, além de todos os participantes da Copa Antônio Tenório. Fora a premiação individual, as três equipes mais bem colocadas na classificação geral final do Grand Prix receberão premiações em dinheiro. No ano passado, o Cesec, de São Paulo, foi o campeão, seguido da Adevirn, do Rio Grande do Norte, e do CEIBC, do Rio de Janeiro.

Serviço

Grand Prix de Judô Paralímpico - Etapa Final

Data: 29 de novembro
Local: Centro de Treinamento Paralímpico
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 11,5 – Vila Guarani/SP

Programação

8h30 – Abertura Oficial
9h – Início da competição
12h – Premiação Copa Antônio Tenório
17h – Premiação Grand Prix de Judô Paralímpico

Crédito da foto: Alexandre Schneider/EXEMPLUS/CPB

Comunicação CBDV

Renan Cacioli

renancacioli@cbdv.org.br

+ 55 11 98769 1371
+ 55 11 99519 5686 (WhatsApp)