+55 11 2548-0463 / + 55 11 2548-0414  |   cbdv@cbdv.org.br                                                       Acessibilidade:   Alto Contraste    Aumentar Fonte   Diminuir Fonte  

Jogos Paralímpicos de Tóquio ainda têm 38% das vagas em disputa

Seleções de fut5 e goalball do Brasil já estão classificadas; judô aguarda definições nos torneios Grand Prix
#Acessibilidade: foto de meio corpo de Alana Maldonado no pódio da Rio 2016. Ela segura o boneco do mascote Tom com a mão direita e, com a esquerda, ergue a medalha enquanto olha para o alto.
02/04/2021

Por Comunicação CBDV
02/04/2021
São Paulo/SP

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio, marcados para começar no dia 24 de agosto, têm até o momento 62% das vagas de classificação definidas, de acordo com as informações mais recentes do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês). Isto significa que, na prática, dos 2.710 lugares reservados, restam 1.690 em disputa.

Até o momento, o Brasil garantiu 116 vagas em 14 modalidades. Vale lembrar que a Paralimpíada prevê 539 cerimônias de premiação em 22 esportes que mobilizarão 4.400 atletas.

Seis modalidades – bocha, hipismo, futebol de 5, goalball, basquete em cadeira de rodas e rúgbi em cadeira de rodas – já completaram suas "cotas". Para os próximos meses, estão previstos 11 eventos qualificatórios de outros esportes, incluindo dois Grand Prix de Judô: Baku, no Azerbaijão, em maio, e Walsall, na Inglaterra, em junho.

O judô paralímpico, por sinal, é a única modalidade gerida pela Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) que ainda não confirmou seus classificados. Dos 13 judocas com possibilidade de carimbar passaporte rumo a Tóquio, alguns se encontravam em situação mais confortável antes da pausa nas competições por conta da pandemia, casos de Antônio Tenório, Wilians Araújo, Arthur Silva, Alana Maldonado e Lúcia Teixeira.

Ao todo, estão reservadas 80 vagas para os homens e 58 para as mulheres nesta modalidade, que distribuirá medalhas em 13 categorias. Cada seleção nacional pode ter, no máximo, sete homens e seis mulheres classificadas.

Já as Seleções de futebol de 5 e goalball do Brasil foram as primeiras a confirmar lugar na capital japonesa por conta de resultados obtidos ainda em 2018: os rapazes do fut5 se classificaram graças ao título mundial conquistado em Madri, na Espanha, e as equipes masculina e feminina do goalball, pelos resultados no Mundial de Malmö, na Suécua: ouro para eles e bronze para elas.

SAIBA MAIS:

+ Tóquio anuncia datas para cada modalidade dos Jogos Paralímpicos
+ Reta final de treinos acirra disputa por vagas no gol da Seleção


Comunicação CBDV

Renan Cacioli

renancacioli@cbdv.org.br
+ 55 11 99519 5686 (WhatsApp)