+55 11 2548-0463 / + 55 11 2548-0414  |   cbdv@cbdv.org.br                                                       Acessibilidade:   Alto Contraste    Aumentar Fonte   Diminuir Fonte  

Mercado de transferências do futebol de 5 se agita no início do ano

Diante da expectativa pela retomada das competições, equipes se reforçam para tentar destronar a Agafuc-RS
#Acessibilidade: o goleiro Eri ajeita Cássio e Tiago Bahia na formação da barreira.
22/01/2021

Por Comunicação CBDV
22/01/2021
São Paulo/SP

Janeiro costuma ser um mês bastante agitado no mercado de transferências do futebol, afinal, é a época do ano na qual comissões técnicas e diretorias tentam tirar do papel o planejamento com o qual pretendem ganhar títulos indo atrás de novas peças para suas equipes. No mundo do futebol de 5, não é diferente. Mesmo ainda sem a certeza da realização das competições previstas – devido à pandemia da Covid-19 –, muitos clubes se adiantaram e foram às compras.

A maior surpresa de 2021, até o momento, fica por conta dos paranaenses do Maestro, clube que conquistou a Série B da Copa Loterias Caixa de 2019 e o direito de disputar a divisão de elite pela primeira vez em sua história. Em uma só tacada, contratou três atletas da atual Seleção Brasileira: o fixo Cássio e os alas Jefinho e Gledson. Trouxe ainda o ala Tiago Bahia, com passagem pelo selecionado verde e amarelo.

"Somos a única equipe do Estado do Paraná a disputar as competições oficiais da CBDV no fut5 e, após a conquista da Série B, buscamos fortalecer ainda mais esta modalidade. Para isto, estamos reforçando a equipe com grandes contratações e estamos muito focados na busca por grandes resultados em 2021", diz a gestora do Maestro, Renata Pozzi.

"Eu me identifiquei muito com os propósitos deles. Não é só ganhar títulos, mas sim, desenvolver o futebol de 5 em todo o Brasil. Nosso intuito é iniciarmos um trabalho de transformação da equipe", atesta Cássio, bicampeão dos Jogos Paralímpicos (Rio 2016 e Londres 2012) e tricampeão mundial pelo Brasil.

Ele e os outros três reforços vieram do Instituto de Cegos da Bahia, até então um dos poucos times a tentar fazer frente à soberania dos gaúchos da Agafuc, atuais tricampeões nacionais de futebol de 5. Agora, a tendência é que o Maestro assuma esse papel, ao lado do Cedemac-MA, na busca por destronar o clube do craque Ricardinho, melhor jogador do mundo.

E por falar no Centro Desportivo Maranhense de Cegos, a temporada também começou agitada pros lados dos atuais vice-campeões brasileiros. Três deram adeus ao clube: Bill, Marcos Rogério e Marcus Vinícius foram para a Paraíba defender a Apadevi. Em contrapartida, o time dirigido pela treinadora Laryssa Macêdo trouxe Jonatan, da Agafuc e da Seleção, Evandro, da UBC-BA, e Leonardo, um dos goleadores do Maestro na temporada 2019.

"A expectativa é imensa, estou super ansioso! Nunca joguei no Nordeste, é uma experiência completamente nova para mim. Mas estou focado pra fazer o meu melhor e conquistar os resultados com a equipe", afirma Léo.

#Acessibilidade: Léo está encostado na banda da quadra. Ao seu lado direito, o técnico Rafael Astrada, da Agafuc, observa.

E quando a bola vai rolar?

Conforme a Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) divulgou no fim do ano passado, o calendário 2021 segue sujeito a alterações por conta da pandemia. A primeira competição de futebol de 5 prevista é o Regional Sul-Sudeste, de 1 a 8 de maio, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. Você pode conferir o calendário completo NESTE LINK.


Comunicação CBDV

Renan Cacioli

renancacioli@cbdv.org.br

+ 55 11 98769 1371
+ 55 11 99519 5686 (WhatsApp)