+55 11 2548-0463 / + 55 11 2548-0414  |   cbdv@cbdv.org.br                                                       Acessibilidade:   Alto Contraste    Aumentar Fonte   Diminuir Fonte  

Atletas do fut5 e goalball recebem segunda dose da vacina contra Covid

Seleções que representarão o Brasil em Tóquio foram imunizadas graças a um acordo entre governo e CPB
#Acessibilidade: à esquerda da foto, Emerson, que é branco e tem o cabelo preto, segura a manga da camiseta de treino acima do ombro enquanto a médica, de costas para a imagem, aplica a injeção. Foto: Alê Cabral/ CPB.
07/06/2021

Por Comunicação CBDV
07/06/2021
São Paulo/SP

Esta segunda-feira (7) marcou a segunda etapa da vacinação contra a Covid-19 dos atletas paralímpicos que participarão dos Jogos de Tóquio, em agosto. Todos os integrantes das Seleções de futebol de 5 e goalball – os de judô estão na Europa treinando para o Grand Prix da Inglaterra – que haviam recebido a primeira dose, no dia 14 de maio, foram imunizados.

A vacinação foi realizada no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, onde as equipes dessas modalidades estão reunidas para uma nova etapa de treinamentos visando a Paralimpíada. "A sensação é de esperança, de que as coisas voltarão aos trilhos em breve", disse a ala Victoria Amorim, de 23 anos, da Seleção de goalball.

"É um misto de alegria e esperança de que essa pandemia esteja próxima do fim e vidas parem de ser perdidas em decorrência da Covid-19. Também traz um pouco mais de tranquilidade para treinarmos e chegarmos em Tóquio bem", falou o ala Emerson, de 22, do time masculino da modalidade.

A ação é fruto de um acordo entre os Ministérios da Defesa, da Saúde e da Cidadania, em coordenação com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que permitirá a imunização de cerca de 1.800 pessoas, entre esportistas e credenciados que participarão do evento. As vacinas foram doadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), que ofereceu doses a todos os Comitês Olímpicos e Paralímpicos nacionais, além de vacinas para imunizar ao menos mais dois cidadãos dos países beneficiados pela doação.

"É uma sensação de muita felicidade, a esperança por dias melhores. Estou confiante de que todo o nosso povo possa estar imunizado o quanto antes e possamos sair desse momento tão triste e complicado", afirmou o jogador Maicon, de 21 anos, do selecionado de futebol de 5.

"Para mim, foi uma emoção muito grande receber a segunda dose, por tudo o que o Brasil está vivendo. Tenho uma esperança muito grande que essa doença acabe e que a vacina chegue a todos", emendou seu colega de time, o experiente Damião, de 46.

Confira mais fotos da vacinação CLICANDO AQUI.


Comunicação CBDV

Renan Cacioli

renancacioli@cbdv.org.br
+ 55 11 99519 5686 (WhatsApp)