+55 11 2548-0463 / + 55 11 2548-0414  |   cbdv@cbdv.org.br                                                       Acessibilidade:   Alto Contraste    Aumentar Fonte   Diminuir Fonte  

Seleção Brasileira de Goalball

Damião Robson

Ana Carolina Duarte Ruas Custódio

Posição: ala

Nascimento: 23/04/1987, Rio de Janeiro (RJ)

Equipe: APADV-SP

Principais conquistas: bronze no Campeonato Mundial (Malmo 2018), bicampeã dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019 e Toronto 2015), prata dos Jogos Parapan-Americanos (Guadalajara 2011) e prata no Campeonato das Américas 2017.

História: Aos 11 anos, Carol teve um tumor cerebral. Em decorrência da doença, perdeu a visão. Praticou natação, mas foi no goalball que descobriu sua vocação esportiva.

Luan Lacerda

Ana Gabriely Brito Assunção

Posição: pivô

Nascimento: 15/08/1990, Brasília (DF)

Equipe: SESI-SP

Principais conquistas: campeão dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019), bronze no Campeonato Mundial (Malmo 2018) e prata no Campeonato das Américas 2017.

História: tem baixa visão devido ao albinismo. Radicada do Rio de Janeiro, conheceu o goalball na Educação Física no Instituto Benjamin Constant e começou a praticar a modalidade em alto rendimento em 2014. Primeira convocação para a Seleção em 2016.

Damião Robson

Gleyse Priscila Portioli Henrique

Posição: Ala

Nascimento: 29/07/1983, Batayporã (MS)

Equipe: SESI-SP

Principais conquistas: bronze no Campeonato Mundial (Malmo 2018), bicampeã dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019 e Toronto 2015), prata dos Jogos Parapan-Americanos (Guadalajara 2011) e prata no Campeonato das Américas 2017.

História: Após um glaucoma afetar parcialmente sua visão, Gleyse começou a praticar corrida, mas foi no goalball, em 2008, que a atleta encontrou sua verdadeira vocação.

Damião Robson

Victória Amorim do Nascimento

Posição: ala

Nascimento: 29/11/1997, Itaguaí (RJ)

Equipe: SESI-SP

Principais conquistas: bicampeã dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019 e Toronto 2015).

História: Victória ficou cega aos 11 anos por causa de uma atrofia no nervo óptico. Começou a jogar goalball dois anos depois de perder a visão, quando já estudava no Instituto Benjamin Constant, no Rio de Janeiro.

Luan Lacerda

Jéssica Gomes Vitorino

Posição: Ala

Nascimento: 22/07/1993, Brasília (DF)

Equipe: CETEFE-DF

Principais conquistas: bronze no Campeonato Mundial (Malmo 2018), bicampeã dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019 e Toronto 2015) e prata no Campeonato das Américas 2017.

História: Nasceu com baixa visão por causa de uma catarata congênita hereditária. Aos 16 anos, viu uma apresentação da modalidade na escola e começou a praticar o esporte.

Luan Lacerda

Geovanna Clara Costa de Moura

Posição: ala

Nascimento: 23/06/1999, Natal (RN)

Equipe: ADEVIRN-RN

Principais conquistas: ouro no Mundial de Jovens da Hungria (2017); prata na Malmö Cup (2019).

História: nasceu com catarata congênita, herdada da família materna. Aos 14 anos, teve o primeiro contato com a modalidade, quando foi convidada por um amigo a acompanhar um treino no Ierc-RN (Instituto de Educação e Reabilitação de Cegos do Rio Grande do Norte). Convocada em 2016 pela primeira vez para a seleção principal.

Damião Robson

Moniza Aparecida de Lima

Posição: pivô

Nascimento: 16/04/1998, Recife (PE)

Equipe: SESI-SP

Principais conquistas: bronze no Campeonato Mundial (Malmo 2018); prata na Copa América 2017.

História: nasceu com glaucoma. Conheceu o goalball no ICB-BA, por indicação de um professor, em 2013. Convocada pela primeira vez em 2017.

Luan Lacerda

Larissa Santos do Espírito

Posição: pivô

Nascimento: 05/01/1998, Ribeirão Preto (SP)

Equipe: SANTOS-SP

Principais conquistas: prata na Copa América (2017).

História: Nasceu com catarata congênita. Começou a praticar goalball em 2012, após iniciar na natação. Convocada pela primeira vez em 2017. 

Luan Lacerda

Isis Paes da Cruz

Posição: ala

Nascimento: 24/10/1994, Cuiabá (MT)

Equipe: AMC-MT

Principais conquistas: ainda não teve pela seleção.

História: O problema de baixa visão começou quando tinha 7 anos. Conheceu o goalball em 2017 na própria AMC-MT, por indicação de uma amiga. Convocada pela primeira vez em 2018.

Leomon Moreno

Leomon Moreno da Silva

Posição: ala/pivô

Nascimento: 21/08/1993, Brasília (DF)

Equipe: SANTOS-SP

Principais conquistas: prata nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, bronze nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, bicampeão Mundial (Suécia 2018 e Finlândia 2014), tricampeão dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019, Toronto 2015 e Guadalajara 2011), ouro no Campeonato das Américas 2017 e bronze no Campeonato das Américas 2013.

História: Leomon nasceu com retinose pigmentar e conheceu o goalball aos 7 anos. Era "guia" dos irmãos e os levava para os treinos. Aos 14, começou a competir. Eleito o melhor do mundo em 2018. 

Josemarcio Sousa

Josemárcio da Silva Sousa

Posição: ala

Nascimento: 08/09/1995, Santa Maria do Pará (PA)

Equipe: SESI-SP

Principais conquistas: bronze nos Jogos Paralímpicos (Rio 2016), campeã Mundial (Suécia 2018), bicampeão dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019 e Toronto 2015) e campeão do Campeonato das Américas 2017.

História: Uma atrofia óptica de nascença deixou Josemárcio com apenas 40% da visão. O atleta descobriu a modalidade aos 14 anos, quando o irmão e uma professora o chamaram para praticar.

Romário Marques

Romário Diego Marques

Posição: ala/pivô

Nascimento: 20/07/1989, João Pessoa (PB)

Equipe: APACE-PB

Principais conquistas: prata nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, bronze nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, bicampeão Mundial (Suécia 2018 e Finlândia 2014), tricampeão dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019, Toronto 2015 e Guadalajara 2011), ouro no Campeonato das Américas 2017 e bronze no Campeonato das Américas 2013.

História: Começou a praticar judô aos 16 anos. Um ano depois, conheceu o goalball. Na modalidade, encontrou sua vocação.

José Roberto Ferreira

José Roberto Ferreira de Oliveira

Posição: pivô

Nascimento: 02/04/1981, Lagoa Seca (PB)

Equipe: APACE-PB

Principais conquistas: prata nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, bronze nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, bicampeão Mundial (Suécia 2018 e Finlândia 2014), tricampeão nos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019, Toronto 2015 e Guadalajara 2011), ouro no Campeonato das Américas 2017 e bronze no Campeonato das Américas 2013.

História: Zé Roberto nasceu cego e iniciou sua trajetória no esporte aos 9 anos, no atletismo, tendo passagens pelo futebol de 5 e natação. Aos 14 anos conheceu o goalball.

Alex de Melo Sousa

Alex de Melo Sousa

Posição: ala

Nascimento: 10/12/1994, Rio de Janeiro (RJ)

Equipe: SESI-SP

Principais conquistas: bronze nos Jogos Paralímpicos (Rio 2016), bicampeã Mundial (2018 Malmö e Espoo 2014), bicampeão dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019 e Toronto 2015) e campeão do Campeonato das Américas 2017.

História: Alex tem baixa visão causada por estrabismo e por problema no nervo óptico. Em 2004, acompanhava os treinamentos de uma equipe e, ao fim da atividade, brincava com os equipamentos. Cinco anos depois, passou a treinar a modalidade.

Emerson Ernesto

Emerson Ernesto da Silva

Posição: ala

Nascimento: 11/02/1999, Campina Grande (PB)

Equipe: APACE-PB

Principais conquistas: Campeão dos Jogos Parapan-Americanos (Lima 2019), Campeão da Malmö Intercup (Suécia 2018) e Prata no Campeonato Mundial de Jovens (Hungria 2017).

História: Emerson possui miopia, nistagmo e degeneração da retina. O atleta conheceu a modalidade por meio do irmão que já praticava e se apaixonou ao frequentar um treino. Foi convocado para a Seleção pela primeira vez em 2016.  

André Botelho

Ivanilson Idalino da Silva

Posição: pivô

Nascimento: 14/04/1991, Mauá (SP)

Equipe: SESI-SP

Principais conquistas: ainda não teve pela seleção.

História: nasceu com a retinose pigmentar. Começou a jogar goalball em 2010. Em maio de 2019, pintou a primeira convocação para a seleção.

André Botelho

Mizael Castro Souza

Posição: ala

Nascimento: 18/10/1999, Brasília (DF)

Equipe: CETEFE-DF

Principais conquistas: ainda não teve pela seleção.

História: começou a praticar atletismo aos 9 anos de idade, mas abandonou o esporte em 2010. Em 2016, pensou em voltar ao atletismo, mas, incentivado por um professor que o apresentou ao goalball, começou a treinar e não parou mais. Foi convocado para a seleção pela primeira vez em dezembro de 2019.

Fábio Luiz

Dailton Freitas do Nascimento

Função: Técnico

Nascimento:12/09/1966, Itabaiana (SE)

História: técnico da Seleção Brasileira feminina de Goalball desde 2014

Josinaldo Costa Sousa

Jonatas da Silva Cunha Castro

Função: Auxiliar Técnico

Nascimento: 20/02/1983, Pombal (PB)

História: está na seleção desde 2014

Halekson Barbosa

Roger Lima Scherer

Função: Preparador Físico

Nascimento: 16/07/1984, Guarapari (ES)

História: está na seleção desde 2018

Eduardo Nart

Daniel Brandão Martins

Função: Fisioterapeuta

Nascimento: 06/10/1979, Rio de Janeiro (RJ)

História: está na seleção desde 2015

Alexandre Sérgio

Thereza Cristina Barcellos Xavier

Função: Psicóloga

Nascimento: 20/02/1967, Niterói (RJ)

História: está na seleção desde 2014.

Thais Néri

Monique da Cunha Moreira

Função: Nutricionista

Nascimento: 17/05/1987, São Paulo (SP)

História: está na seleção desde 2019

Alessandro Tosim

Alessandro Tosim

Função: Técnico

Nascimento: 27/11/1975, São Paulo (SP)

História: técnico da Seleção Brasileira masculina de Goalball desde 2009

Diego Colletes

Diego Gonçalves Colletes

Função: Auxiliar Técnico

Nascimento: 26/06/1976, São Paulo (SP)

História: está na seleção desde 2009

Altemir Trapp

Altemir Trapp

Função: Analista de Desempenho

Nascimento: 22/04/1988, Curitiba (PR)

História: está na seleção desde 2014

Rafael Loschi

Rafael Loschi da Silva

Função: Fisioterapeuta

Nascimento: 08/12/1983, Jundiaí (SP)

História: está na seleção desde 2013

Alessandra Amorim

Alessandra Amorim Souza

Função: Psicóloga

Nascimento: 23/12/1969, Jundiaí (SP)

História: está na seleção desde 2014

Ketrin Gonçalves

Virgínia Tessarotto

Função: Nutricionista

Nascimento: 07/07/19792, São Paulo (SP)

História: está na seleção desde 2020